Cartão de crédito você sabe quais os significados dos números?

Cartão de crédito você sabe quais os significados dos números?

odo cartão de crédito conta com uma sequência numérica. Apesar de parecerem aleatórios, na realidade eles seguem padrões definidos. Sempre que você realiza uma compra com seu cartão, diversas informações estão sendo transmitidas por esses números.

Cada número do cartão de crédito possui uma função específica. Sempre que um novo cartão é emitido, a geração dos números segue regras criadas pela Organização Internacional de Padronização (ISO). Mais especificamente, a norma é a ISO 7.812 de 1989.

Para que servem os números dos cartões de crédito?

Cartão de crédito

Os primeiros seis dígitos dos cartões de crédito servem para identificar a bandeira do mesmo (Visa, MasterCard, etc.), o banco emissor (Caixa, Banco do Brasil, Itau, etc.) e a sua função (crédito, débito ou múltiplo).

O primeiro dígito indica a bandeira. Todos os cartões de crédito Visa, por exemplo, começam com 4, enquanto os da Mastercard começam com 5 e os da American Express com 3. Como via de regra, absolutamente todos os números de cartão de crédito podem começar apenas por 3, 4, 5 e 6.

O que significam os números dos cartões de crédito

Os próximos nove dígitos servem para identificar o cliente, sua agência bancaria e outros dados pessoais, como as bandeiras das quais está autorizado a utilizar.

Vale lembrar que essa estrutura pode variar de acordo com a bandeira e país. Os cartões Diners Club, por exemplo, possuem 14 dígitos, enquanto os da Visa podem ter de 13 a 16. Contudo, o funcionamento geral e propósito dos números são sempre os mesmos.

CVV código de segurança do cartão de crédito

Já o último dígito do cartão segue uma fórmula matemática criada por Hans Peter Luhn, um engenheiro da IBM, em 1954. Basicamente, ele é um digito verificador.

Os números do cartão de crédito frequentemente são digitados ou transferidos. Ao realizar uma compra pela internet, por exemplo, o usuário pode acabar digitando um número errado. Em casos raros, uma maquininha pode ler um digito errado e transmiti-lo.

É justamente para isso que o último digito existe. Ele é determinado a partir de todos os outros números. Ou seja, se um número qualquer do seu cartão de crédito for diferente, o digito final também seria. Logo, quando um número errado é digitado ou transferido, não é validado.

Estas regras são válidas até mesmo para cartões de crédito virtuais, como o Digio e Nubank.

Código de Verificação de Cartão

O Código de Verificação de Cartão (CVC), ou Valor de Verificação de Cartão (CVV), são os três dígitos impressos no verso do cartão. Ele nunca é gravado em relevo como o número do cartão. Sua função é adicionar mais uma camada de segurança.

Quando você utiliza o cartão de crédito em lojas físicas, como no supermercado, não é necessário inserir este código, assim como ele não é reconhecido durante a leitura magnética na maquininha.

Contudo, este código é sempre solicitado em compras pela internet, já que funciona como uma espécie de senha, comprovando que o comprador possui o cartão em mãos.

Diversas novas tecnologias estão sendo criadas para aumentar a segurança dos cartões de crédito. Uma inovação recente é o MotionCode, que altera o CVV a cada hora. Isso porque, criminosos podem conseguir acesso ao código do cartão quando comprometem a segurança de uma loja virtual, por exemplo, ou utilizam um cartão roubado/perdido antes que ele seja cancelado.

filhawebnet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *